A batalha em Queila

A primeira batalha de Davi com os seus valentes para libertar Queila



A importância da batalha em Queila contra as mãos de ferro dos filisteus, narrada em 1Sm.23.1-14, está no fato de ser a primeira batalha liderada por um Davi fugitivo com o seu exército de rebeldes.

A última coisa que Davi deveria pensar naquele momento era entrar numa batalha. Por volta do ano 1030 a.C, Davi era um foragido exilado nos desertos de Judá. Já havia fugido para Nobe, entre os sacerdotes; para Gate, entre os filisteus; refugiou-se numa caverna em Adulão, quando um exército de descontentes se juntaram a ele, além de sua própria família.

Por isso, Davi foi a Mispa, entre moabitas, para deixar em segurança seus familiares. Enfim, seguiu para uma região chamada de Bosque de Herete (1Sm.22.5).

leia_almanaque-1

Os filisteus na guerra de Tróia?

Saul o perseguia loucamente pelos desertos de Judá. Quando soube que os sacerdotes haviam ajudado Davi, o rei de Israel mandou matar 85 sacerdotes e realizou uma chacina em Nobe. Nem os animais escaparam da fúria de Saul (1Sm.22.6-19).

Davi, você ficou maluco?

Que conversa é essa, Davi?
Que conversa é essa, Davi?

Queila era uma cidade a cerca de 5 quilômetros ao sul de Adulão e ficava próxima das pentápoles filistéias, especialmente de Gate.

Talvez os filisteus tenham aproveitado a loucura do rei de Israel, que estava muito ocupado caçando Davi, e tenham visto nisso uma oportunidade para conquistar as terras de Judá.

Por isso, oprimiram os moradores de Queila e roubaram a produção agrícola do povo.

Davi ficou sabendo. O rapaz estava com o sacerdote Abiatar, que havia fugido buscando proteção com o futuro rei. O sacerdote tinha a estola sacerdotal, instrumento com o qual os sacerdotes consultavam a vontade de Deus para questões nacionais.

Assim, Davi tem uma verdadeira atitude de rei. Ele consulta a Deus: “Devo atacar esses filisteus?” O Senhor lhe respondeu: “Vá, ataque os filisteus e liberte Queila” (1Sm.23.3).

Mas, qual exército Davi tinha? Era o bando que havia se juntado a ele em Adulão: “Também juntaram-se a ele todos os que estavam em dificuldades, os endividados e os descontentes; e ele se tornou o líder deles. Havia cerca de quatrocentos homens com ele” (1Sm.22.2). Que time, não?

Foi assim que os futuros valentes de Davi responderam ao seu líder: “Aqui em Judá estamos com medo. Quanto mais, então, se formos a Queila lutar contra as tropas dos filisteus!” (1Sm.23.3).

Davi, o libertador de Queila

"Os valentes de Davi", por James Tissot, 1836-1902
“Os valentes de Davi”, por James Tissot, 1836-1902

Por causa do medo de sua tropa, Davi consultou novamente a Deus, e Deus o assegurou que ele seria vitorioso contra os homens do ferro.

E foi o que aconteceu. O rapaz, empunhando a espada de Golias, juntou seus 400 homens sem preparo e “combateram os filisteus e se apoderaram de seus rebanhos, impondo-lhes grande derrota e libertando o povo de Queila” (1Sm.23.5).

Saul na cola de Davi e os traíras de Queila

Esta é a veste de um sumo sacerdote, e a estola sacerdotal é esta parte em amarelo
Esta é a veste de um sumo sacerdote, e a estola sacerdotal é esta parte em amarelo

Quando o rei Saul ficou sabendo do que Davi havia feito, ao invés de ficar satisfeito com a derrota dos filisteus, interpretou erroneamente como um sinal de que Deus estava entregando Davi a ele. Assim, convocou seu exército e seguiu para cercá-lo na cidade.

Davi ficou sabendo e consultou novamente a Deus. Perguntou se os moradores de Queila iriam entregá-lo. E Deus respondeu que sim, que os moradores de Queila iriam trair o próprio libertador.

Pense como um habitante de Queila: a notícia de que Saul havia matado geral em Nobe só porque haviam recebido Davi já havia se espalhado. Quem eles deveriam temer mais, os filisteus ou o próprio rei?

Por isso, Davi conseguiu escapar mais uma vez, agora para a região do deserto de Zife, que era montanhosa e serviria de fortaleza para escondê-los do rei.

E, para sua surpresa, não haviam apenas traidores na cidade. 200 homens de Queila se juntaram a Davi, que saiu com um exército de 600 homens!

Diferente do que Saul havia pensado, “Deus não entregou Davi em suas mãos” (1Sm.23.14).

compre1_almanaque

Infocard

batalha em queilaE aí, já leram essa história na Bíblia? Então compartilha com os amigos que são valentes como o exército de Adulão leiam juntos!

Comente o que achou!