Últimos dias de Jesus – cronologia

Um infográfico com uma harmonia dos evangelhos dos momentos mais emocionantes de todas as Escrituras, a Semana da Paixão, a Crucificação e a ressurreição de Jesus Cristo


Semana da Paixão

Da entrada triunfal ao julgamento de Jesus

Relacionamos os principais eventos dos evangelhos ocorridos de domingo a quinta da Semana da Paixão. No entanto, não era uma preocupação dos autores apresentar uma rigorosa ordem cronológica dos eventos, além de não haver uma descrição exata dos dias. Portanto, essa é apenas uma proposta de cronologia.

Domingo – 11 de Nisã

Entrada triunfal em Jerusalém

✝Dois discípulos buscam uma jumentinha para Jesus (Mt.21.1-7; Mc.11.1-7; Lc.19.28-35)
✝ Jesus entra em Jerusalém e é recebido com ramos de oliveira e aclamações pela multidão (Mt.21.8-11; Mc.11.8-10; Lc.19.36-38; Jo.12.12-19)
✝ Jesus chora por Jerusalém, depois entra no templo, expulsa os vendedores e realiza curas. Ao final do dia, volta para Betânia (Mt.21.12-17; Mc.11.11)
✝ Alguns gregos se aproximam de Filipe e André para conhecer Jesus. Jesus prediz sua morte e uma voz soa do alto falando com Jesus. A multidão escuta a voz (Jo.12.20-36)
✝ Alguns judeus creem, mas com medo. Jesus condena a incredulidade dos judeus (Jo.12.37-50)

Segunda – 12 de Nisã

Jesus limpa o templo de Jerusalém

✝Jesus amaldiçoa uma figueira estéril (Mt.21.18-22; Mc.11.12-14)
✝Jesus entra no templo e expulsa novamente os vendedores (Mc.11.15-18; Lc.19.45-48)
✝Jesus e seus discípulos saem da cidade novamente (Mc.11.19)

Terça – 13 de Nisã

Jesus ensina e discute no templo

✝Os discípulos veem a figueira amaldiçoada por Jesus, ficam admirados e recebem ensinos (Mc.11.20-26)
✝Controvérsia no templo com os líderes religiosos (Mt.21.23-27; Mc.11.27-33; Lc.20.1-8)
✝Jesus conta as parábolas dos dois filhos, dos lavradores e do banquete no casamento (Mt.21.28-22.14; Mc.12.1-12; Lc.20.9-14)
✝Controvérsia sobre os tributos, e sobre a ressurreição, com os saduceus (Mt.22.15- 33; Mc.12.13-27; Lc.20.27-21.4)
✝Os fariseus questionam Jesus sobre os mandamentos e Jesus os provoca sobre o Salmo 110 (Mt.22.34-46; Mc.12.28-37)
✝Jesus condena os escribas e fariseus e profetiza sobre Jerusalém (Mt.23-24.44; Mc.12.38-13.37; Lc.21.5-38)
✝Jesus conta a parábola do servo fiel e do servo mal, das 10 virgens e dos talentos (Mt.24.45-25.30)

Quarta – 14 de Nisã

Conspiração contra Jesus

✝Os líderes religiosos se reúnem para conspirar contra Jesus (Mt.26.1-5; Mc.14.1-2; Lc.22.1-2)
✝Em Betânia, Jesus é ungido por uma mulher, sob protestos de seus discípulos (Mt.26.6-13; Mc.14.3-9)
✝Judas conspira contra Jesus com os sacerdotes (Mt.26.14-16; Mc.14.10-11; Lc.22.3-6)

Quinta – 15 de Nisã

Páscoa

✝Os discípulos preparam a Páscoa (Mt.26.17-19; Mc.14.12-16; Lc.22.7-13)
✝Ao anoitecer, os discípulos se reúnem para a Páscoa. Jesus lava os pés dos discípulos, prediz sobre a traição de um deles, Judas sai e eles celebram a Ceia (Mt.26.20-29; Mc.14.17-25; Lc.22.14-20; Jo.13.1-31)
✝Os discípulos cantam um hino e vão ao monte das Oliveiras, quando Jesus prediz o abandono dos discípulos e a negação de Pedro, fala novamente de sua morte e dá os últimos ensinos (Mt.26.30-35; Mc.14.25-31; Lc.22.21-38; Jo.13.32-16.33)
✝Jesus vai ao Getsêmani para orar com seus discípulos, que dormem, mesmo depois de três advertências de Jesus (Mt.26.36-46; Mc.14.32-42; Lc.22.39-46; Jo.17-18.1)
✝Judas chega com soldados e líderes religiosos, e aponta Jesus com um beijo. Pedro corta a orelha de Malco, e Jesus o cura. Os discípulos fogem e Jesus é levado preso (Mt.26.47-55; Mc.14.43-52; Lc.22.47-53; Jo.18.2-11)

Crucificação

Do Julgamento ao Sepultamento de Jesus

Relacionamos os principais eventos dos evangelhos ocorridos entre a quinta e o sábado da semana da paixão. Tentamos relacionar detalhadamente todos os eventos, e colocá-los em uma ordem cronológica, embora os evangelhos não tenham tido a intenção de colocá-los assim de forma exata. Esta é apenas uma proposta.

Quinta – últimas horas

Primeiros julgamentos

✝Jesus é levado a Anás, sogro do sumo sacerdote Caifás, onde é interrogado e estapeado (Jo.18.12-14; 19-24)
✝Jesus é levado a Caifás e é julgado pelo Sinédrio. Cospem nele, vendam-lhe os olhos e o esmurram (Mt.26.57-68; Mc.14.55-65; Lc.22.54-65)
✝Pedro nega Jesus (Mt.26.69-75; Mc.14.54, 66-72; Lc.22.54-62; Jo.18.15-18, 25-27)

Sexta – De manhã cedo

Jesus é condenado, humilhado e açoitado

✝Jesus é condenado à morte pelo Sinédrio (Mt.27.1-2; Mc.15.1; Lc.22.66-71)
✝Judas devolve o dinheiro ao templo e se suicida. As moedas são usadas para comprar um cemitério de estrangeiros (Mt.27.2-10;
✝Jesus é interrogado por Pilatos. Pilatos é advertido por sua mulher a não condenar Jesus. Pilatos envia Jesus a Herodes, quando é novamente humilhado. Herodes manda Jesus de volta a Pilatos. Pilatos leva Jesus à multidão e Jesus é condenado pela multidão, que escolhe Barrabás (Mt.27.11-26; Mc.15.1-15; Lc.23.1-25; Jo.18.28-40)
✝No Pretório, os soldados tiram as vestes de Jesus e colocam nele um manto vermelho e uma coroa de espinhos; é zombado, cuspido e espancado e açoitado; (Mt.27.27-31; Mc.15.15-20; Jo.19.1-3)
✝Às 6h da manhã, Pilatos tenta novamente libertar Jesus, mas é persuadido pela multidão e pelos líderes religiosos e entrega Jesus para a crucificação (Jo.4-16)

Sexta – das 9h às 12h

Jesus leva a sua cruz ao Gólgota

✝Simão de Cirene é chamado ajudar Jesus a carregar a sua cruz; Jesus pede que as mulheres não chorem; (Mt.27.32; Mc.15.21; Lc.23.26-31)
✝Na Cruz, deram-lhe vinho com mirra, mas Ele não bebeu; Ele é crucificado às 9h e suas roupas são repartidas entre os soldados; sobre a Cruz, é colocada a inscrição “Rei dos Judeus”; é zombado pelos líderes religiosos, pelo povo e pelos ladrões ao seu lado (Mt.27.32-44; Mc.15.22-32; Lc.23.32-33; Jo.19.17-24)

Sexta – 12h-15h

Crucificação

✝Os brados de Jesus na cruz: “Pai, perdoa-lhes” (Lc.23.34); [para Maria] “Mulher, eis aí teu filho” [para João] “Eis aí tua mãe” (Jo.19.26-27); [para o criminoso na cruz] “Hoje estarás comigo no paraíso” (Lc.23.43); “Tenho sede” (Jo.19.28); “Deus meu, por que me desamparaste?” (Mt.27.46; Mc.15.34); “Está consumado” (Jo.19.30); “Pai, nas tuas mão entrego o meu espírito” (Lc.23.46)
✝Há trevas das 12h às 15h, o véu do santuário é rasgado de cima a baixo, a terra treme, mortos ressuscitam e entram em Jerusalém; os centuriões reconhecem que Jesus era filho de Deus (Mt.27.45-56; Mc.15.33-41; Lc.23.34-47; Jo.19.17-30)

Sexta – por volta das 18h

Jesus é sepultado

✝José de Arimatéia e Nicodemos pedem a Pilatos para sepultar Jesus; eles o enrolam em um lençol de linho e o sepultam numa rocha, em um jardim próximo; é visto pelas mulheres (Mt.27.57-61; Mc.15.42-43; Jo.19.50-54)

Sábado – todo o dia

Descanso

✝”Descansaram no sábado, em obediência ao mandamento” (Lc.23.56)

Ressurreição

Das Primeiras Aparições à Ascenção

Tal como os outros relatos, é preciso um pouco de trabalho para relacionar as diferentes versões dos evangelhos sobre o dia da ressurreição, afinal não era a intenção dos autores relacionar com detalhes cronológicos. No entanto, as diferenças não trazem grandes dificuldades para a credibilidade do texto.

Domingo – De manhã cedo

Primeiras aparições de Jesus

✝Maria Madalena, [Maria] Salomé e Maria, mãe de Tiago, vão ao túmulo e o encontram aberto, com um anjo que as avisa da ressurreição de Jesus. Elas vão avisar os discípulos (Mt.18.1-8; Mc.16.1-8; Lc.24.1-11)
✝Maria Madalena se separa das outras Marias, avisa a Pedro e a João da ressurreição e depois volta ao túmulo para chorar, quando Jesus aparece pela primeira vez, a ela (Mc.16.9-11; Jo.20.1-2, 11-18)
✝Nisso, Pedro e João vão ao sepulcro e o encontram vazio. Depois, Jesus aparece a Pedro (Lc.24.34; Jo.20.3-10; 1Co.15.5)
✝No caminho para os discípulos, Jesus aparece a Maria, mãe de Tiago, e a Salomé (Mt.28.9-10)
✝Em seguida, Jesus aparece a dois discípulos, no caminho de Emaús (Mc.16.2-3; Lc.24.13-32)

Domingo – Ao cair da tarde

A incredulidade dos discípulos

✝Os líderes religiosos conspiram com os guardas do sepulcro para espalharem uma mentira (Mt.28.11-15)
✝Em Jerusalém, no Cenáculo, Jesus aparece aos discípulos, exceto a Tomé, e repreende a incredulidade dos discípulos (Mc.16.14-18; Lc.24.33-49; Jo.20.19-23)

Dias seguintes – 40 dias com Jesus ressurreto

Grande comissão, ensino e ascenção

✝Uma semana depois da ressurreição, Jesus aparece aos discípulos novamente, desta vez com Tomé presente (Lc.20.24-31)
✝Na Galiléia, à beira do Mar de Tiberíades, Jesus aparece pela terceira vez aos seus discípulos, e realiza novamente o milagre da pesca maravilhosa; depois, restaura o ministério de Pedro (Jo.21)
✝Ainda na Galiléia, os discípulos vão para o monte indicado por Jesus, onde recebem ensinamentos sobre a missão deles (Mt.28.16-20)
✝Ainda, Jesus aparece a Tiago, seu irmão e a mais de quinhentos seguidores (1Co.15.6-7)
✝Após 40 dias da ressurreição, Jesus os leva a Betânia, ao Monte das Oliveiras, dá os últimos ensinamentos e é elevado aos céus (Mc.16.19-20; Lc.24.50-53; At.1.1-11)

– Após a ascenção, Jesus apareceu a Paulo (At.9.1-9); a Estêvão (At.7.55) e a João (Ap.1.10-19).

Gostou destes infográficos incríveis? Então compartilhe em suas redes sociais!

Comente o que achou!